Soluções de atendimento digital para todos os tamanhos de empresas.

Rotatividade nas empresas: veja como reduzir o turnover em 4 passos!

Reduza o turnover e conquiste melhores resultados com uma equipe engajada e motivada

Rotatividade nas empresas: veja como reduzir o turnover em 4 passos!

A alta rotatividade nas empresas é um assunto que preocupa administradores, gestores e funcionários. Afinal, uma equipe volátil, além de indicar problemas, pode afetar nos resultados da organização.

Neste artigo, vamos ajudar você a entender a importância em manter o quadro de funcionários da sua empresa. Para isso, explicaremos os principais motivos que elevam a rotatividade e quais as ações que podem ser tomadas para reduzir o índice de turnover. Vamos começar? Então, boa leitura!

O que é turnover?

Turnover nada mais é do que uma expressão em inglês para se referir à medição da rotatividade de trabalhadores em uma organização, seja ela qual for. A aferição e o acompanhamento deste índice são fundamentais, já que os efeitos de um alto giro de entradas e saídas tem impacto direto na produtividade, na imagem e no clima organizacional de qualquer empresa.

A saída de um colaborador, inevitavelmente, tem relação direta com uma série de mudanças (pequenas ou não) em uma empresa. Além de uma sobrecarga no trabalho exercido pelos outros membros, a motivação dessa equipe e os custos de demissão e admissão de outro funcionário também devem ser contabilizados.

É quase impossível manter a mesmo time de profissionais por anos, mas ter uma equipe sólida, engajada e motivada é fundamental para o sucesso. Por isso, entender quais os motivos da rotatividade e quais ações tomar para reduzir o índice de turnover são muito importantes.

Quais as causas da alta rotatividade das empresas?

Independentemente da área de atuação ou do tamanho, alguns fatores são comuns quando se trata das razões para a alta rotatividade de funcionários. Podemos separá-las em três categorias: as controláveis, as semi-controláveis e as descontroláveis.

Controláveis

As causas controláveis de uma alta rotatividade de funcionários são aquelas que podem ser totalmente evitadas por parte da empresa. Geralmente, são diretamente ligadas à motivação do colaborador no ambiente de trabalho.

Uma baixa remuneração, por exemplo, pode fazer com que o profissional se sinta desvalorizado e atraído por vagas ou ofertas de emprego que ofereçam mais pelo mesmo serviço prestado. Os problemas de relacionamento também podem levar a um pedido de demissão.

Outras causas controláveis estão relacionadas as más condições de trabalho, a falta de planejamento ou de controle da execução e a incompatível delegação de tarefas ou, ainda, falta ou insuficiência de treinamentos e feedbacks.

Semi-controláveis

Enquanto as causas controláveis de turnover têm relação com a gestão da empresa, as semi-controláveis estão mais relacionadas a postura ou o perfil dos funcionários de uma equipe.

Um profissional que entrega resultados muito baixos ou insatisfatórios, por exemplo, dificilmente é mantido por muito tempo. Esse é o mesmo caso daquele que exerce todas as suas funções com excelência, mas não possui o perfil cultural da empresa.

Por outro lado, um funcionário que tem alto rendimento e possui fit cultural, mas não encontra um clima organizacional agradável, também poderá optar pelo desligamento da empresa em pouco tempo. Isso porque um clima pesado, difícil e cansativo é extremamente prejudicial à saúde mental e física, por exemplo.

Incontroláveis

As causas incontroláveis da rotatividade nas empresas são aquelas que independem de qualquer ação do empregador ou do empregado. Casos em que o profissional precisa se desligar ou ser desligado para fazer um tratamento de saúde ou acompanhá-lo, em caso de algum parente próximo, são exemplos disso.

A morte de um funcionário, em casos extremos, também conta para o cálculo do turnover.

Como reduzir o índice de turnover?

Reduzir a alta rotatividade nas empresas é uma tarefa a ser feita em conjunto entre a administração e o RH. Muitas pessoas pensam que o setor de Recursos Humanos é útil apenas no processo de admissão ou demissão de funcionários, mas a verdade é que uma das suas funções é reter esses talentos. Confira algumas dicas:

1. Aprimore o processo seletivo de novos funcionários

A melhor forma de diminuir a rotatividade em uma empresa é retendo uma boa equipe. Para isso, é preciso identificar e contratar talentos que se adequem aos requisitos dispostos no processo de seleção.

É preciso investir no processo seletivo para novos funcionários. Contratações erradas, além de derrubarem o clima organizacional da empresa, afetam toda a produção e causam prejuízos. Por isso, conheça bem quem são as pessoas que se candidatam a trabalhar na sua equipe.

2. Crie planos de carreira

De nada adianta identificar e contratar talentos para a sua empresa se eles não se sentirem motivados a continuar trabalhando nela. Por isso, algumas ações são fundamentais para retê-los, como a criação de planos de carreira.

Mostrando ao colaborador até onde ele pode crescer e quais as vantagens dessa progressão profissional, todos são beneficiados. Para elaborar bons planos de carreira, no entanto, observe o mercado, as empresas concorrentes e conte com ajuda de profissionais que entendam do assunto.

3. Aprenda a dar e receber feedbacks

A comunicação interna em uma empresa tem extrema importância. É dessa forma que se pode garantir que as expectativas estejam alinhadas, que a equipe inteira esteja no mesmo barco e que todos tenham voz ativa.

Reuniões mensais com gestores, supervisores e funcionários, individuais e em grupos, são sempre bem-vindas. Com isso, você consegue acompanhar de perto a realidade de cada um, prevenir e solucionar problemas dando feedbacks e, principalmente, saber como anda a percepção do time em relação à gestão.

4. Se importe com o clima organizacional da empresa

Mais do que oferecer bons salários e perspectivas de crescimento, a tarefa de reter bons funcionários em sua empresa também passa por oferecer um ambiente saudável de trabalho. Ofereça boas condições físicas e organizacionais. Um ambiente leve, descontraído (sem deixar de ser sério) e livre de abusos e conflitos é mais propenso a resultados surpreendentemente positivos.

Reduzir a rotatividade nas empresas é o desejo de muitos gestores, embora não seja uma tarefa fácil. Dedique-se a compreender as necessidades dos seus colaboradores e fortaleça a transparência entre os setores e os processos.

O que achou de nossas dicas? Aproveite que você já sabe um pouco mais sobre esse assunto, e compartilhe este post nas suas redes sociais!

Publicado em 26 de março de 2018

Deixe o seu comentário :)

Não perca as novidades da Hi Platform

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos da Hi