Soluções de atendimento digital para todos os tamanhos de empresas.

O que é a 4ª Revolução Industrial e como ela mudará sua vida?

Maior produtividade, conexão e produção inteligente: entenda como a indústria 4.0 influenciará empresas e a relação humana

O que é a 4ª Revolução Industrial e como ela mudará sua vida?

 

Carros autônomos dirigindo sem um motorista pelas estradas, geladeiras que leem o estoque e informam promoções, atendimentos online e por telefone feitos por robôs com excelência. Assim como as três anteriores, a 4ª revolução industrial, ou indústria 4.0, muda não só o comportamento das pessoas, como também otimiza os processos para as empresas.

Inteligência artificial e robôs autoprogramáveis não são mais scripts dos roteiros de ficção — eles já fazem parte da nossa realidade, mesmo que você note ou não. Mas afinal, qual o impacto da 4ª revolução industrial no seu cotidiano? Confira neste artigo um pouco sobre como chegamos nesse cenário e quais são as principais transformações para o universo corporativo!

1ª Revolução Industrial

Antes de entrarmos nos conceitos da 4ª revolução industrial — com a possibilidade do surgimento dos robôs sapiens, vistos por uma vertente mais pessimista como uma grande ameaça à espécie humana —, vamos ao final do século XVIII?

Por volta de 1780 surgiu a mecanização com os motores a vapor, que possibilitaram a produção em larga escala e alta velocidade. Essa foi considerada a 1ª revolução industrial.

2ª Revolução Industrial

Já a segunda etapa dessa evolução foi marcada pelo uso da eletricidade. Ao contrário da primeira fase, que contou com maquinários quase que exclusivamente em poder da Inglaterra, agora outros países como Rússia, Itália, Alemanha e França também se industrializaram.

Foi nesse processo, do final do século XIX ao início do século XX, que houve a manipulação do aço em abundância, o uso de combustíveis derivados do petróleo, o motor a combustão e desenvolvimento de produtos químicos. Além das tecnologias, surgiram os princípios da produtividade com o conceito de divisão de trabalho e início das linhas de produção.

3ª Revolução Industrial

Ocorre a partir de meados do século XX com a chegada dos computadores e da robótica. Entre 1950 e início dos anos 2000, foram desenvolvidos processos de automação e a tecnologia da informação, que almeja o desenvolvimento de softwares, hardwares e bancos de dados.

Essa revolução também se caracterizava pelo gerenciamento das informações com a chegada da globalização, que refletia profundamente na economia de mercado.

4ª Revolução Industrial

Hoje, vivemos o princípio de uma nova era, também conhecida como indústria 4.0. Ela está ligada às fábricas inteligentes ou autonomia robótica. Claro que você não perceberá essa transição apenas na sua forma de produzir, mas também no marketing, nas vendas e no atendimento ao cliente.

Enquanto as revoluções anteriores estavam mais voltadas às linhas de produção e à substituição da mão de obra humana por máquinas, agora os computadores estarão presentes em funções tradicionais, como medicina, direito e até mesmo educação. A indústria 4.0 consiste na união entre o homem, o mundo virtual — ou das máquinas — e o ambiente físico.

Características

Existem muitas reflexões a respeito de como se concretizará a 4ª revolução industrial. Independentemente disso, algumas qualidades já são percebidas, como:

  • desenvolvimento da inteligência artificial;
  • substituição do homem por máquinas nos diversos setores profissionais;
  • a informação como papel central;
  • conexão e colaboração entre as pessoas;
  • otimização das linhas de produção;
  • customização de produtos e serviços;
  • tendência para uso de energias limpas e sistemas de produção sustentáveis;
  • diálogo entre homem, máquinas e outros objetos físicos.

Influência na indústria e no mercado

Uma das principais situações amplamente questionadas é referente à substituição do homem por máquinas e a possível extinção de vários empregos. Ainda como especulação, não é possível definir se isso, realmente, acontecerá. O fato é que surgirão novas demandas e, a partir delas, novos cargos.

Esse mercado exigirá competências como criatividade, hiperconectividade, capacidade de colaboração e de ter empatia pela persona do negócio. Dessa forma, será possível atender à constante solicitação do novo consumidor, cada vez mais em busca da personalização dos seus bens de consumo e serviços contratados.

Principais impactos da 4ª Revolução Industrial na sociedade

Agora que contamos sobre a influência dessa mudança no mercado atual, vamos apresentar para você algumas formas que exemplificam essa transição. Pode ser que você já tenha ouvido falar, implementado nas suas estratégias corporativas ou até mesmo experimentado como usuário. Confira alguns exemplos!

Chatbots

Um público cada vez mais interessado em ter o atendimento priorizado e suas dúvidas respondidas em tempo real é um dos desafios resolvidos pelos chatbots. Robôs que interagem com a persona por canais de atendimento como chats online ou até mesmo SMS e ligações telefônicas.

Big data

Para oferecer um atendimento individualizado, nada melhor que entender o comportamento e as preferências da audiência, entregando para cada prospect conteúdos e outros valores de maneira personalizada. O big data destaca seu negócio da concorrência reunindo um grande volume de dados para serem usados na inteligência da sua empresa.

Dados em nuvem

Com a hiperconectividade, o cloud computing — ou armazenamento de informações na web — é um passo essencial para que a sua empresa caminhe para a transformação digital. Acessar remotamente todas as informações essenciais para suas estratégias e operações é apenas uma das vantagens dessa integração. Outro ponto positivo é a capacidade de compartilhar e gerenciar usuários e o que poderão acessar.

Cibersegurança

Em uma era em que a informação é uma qualidade central e poderosa, certificar-se de que os seus dados estarão protegidos é fundamental. Com a cibersegurança, você desenvolve um ambiente estável não só para a sua empresa e o trabalho da equipe, como também gera confiança para os seus clientes e prospects.

Internet das coisas

Os celulares se popularizaram por se conectar à internet de uma forma tal que, hoje, chegam a ter essa função como uso principal do objeto. Além dos smartphones, outros objetos físicos como TVs e veículos acessam a web. Dessa forma, é possível monitorar a entrega, uso e satisfação do cliente, prever possíveis falhas e otimizar a logística de produtos.

A 4ª Revolução Industrial no Brasil

A indústria 4.0 favorece uma nova economia e habilidades. O mercado corporativo brasileiro já consegue se atualizar, fazendo a transição para esse novo modelo. Vemos no país alguns desdobramentos como a automação de processos, criando operações mais enxutas e a personalização do atendimento ao cliente. O uso de chatbots, do big data e serviços em cloud são alguns exemplos.

Viu como a 4ª revolução industrial já está presente no seu cotidiano e afeta tanto o planejamento estratégico da sua empresa como a sua forma de consumir? Entendendo que o impulso-chave desse movimento é o desenvolvimento da inteligência artificial para a automação de processos, é importante que você priorize o caráter humano e a entrega de valor para a audiência.

Agora que você entendeu como a indústria 4.0 influencia sua cultura e também as técnicas do mercado, compartilhe este post nas redes sociais e colabore para a construção de uma realidade tecnológica mais colaborativa e humana!

Não perca as novidades da Hi Platform

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos da Hi