Soluções de atendimento digital para todos os tamanhos de empresas.

De olho no conteúdo: Chatbot indicando o interesse do consumidor 

Tenha em mãos um histórico completo que possibilita identificar as preferências e o comportamento dos seus usuários

De olho no conteúdo: Chatbot indicando o interesse do consumidor 

Por conta da autonomia que os consumidores vêm ganhando nos últimos tempos, suas necessidades, desejos e opiniões ditam a construção do atendimento, dos novos projetos e das campanhas das empresas. Normalmente, essas informações são retiradas de vários canais de comunicação, onde é impossível resgatá-las por completo para uma análise mais apurada. Os chatbots, nesse caso, apresentam um diferencial enorme: registro e histórico da real intenção do consumidor sem nenhum filtro ou intervenção do colaborador da empresa.

Por que o chatbot é considerado peça chave para entender as preferências dos seus clientes?

Alguns bots realizam mais de 300 mil atendimentos mensais. Em cada atendimento, o cliente realiza diversas perguntas, expõe sua opinião e interage de maneira viva com a ferramenta. Lendo os diálogos, é possível perceber suas intenções de compra, os problemas de logística, a opinião sobre sua empresa, entre outras situações. Cada chatbot se torna um instrumento de pesquisa gratuito sobre quem é seu cliente, quais são os conteúdos que ele procura e como ele interpreta sua marca.

O Hi Bot ajuda a identificar pontos fracos da empresa

Para potencializar a captação de dados, muitas plataformas oferecem camadas de pesquisas, onde você pode perguntar diretamente qualquer item para potencializar seu negócio. Com esse contexto, aproveito para destacar a interpretação de dados realizada por uma empresa a partir do Hi Bot: ao olhar algumas pesquisas de atendimento, foram escolhidas todas as conversas que tiveram como resultado a avaliação de uma estrela. Na interpretação dos números, as avaliações apontavam muito mais que o atendimento realizado no bot. Entre os vários feedbacks, os clientes citaram que o site estava com problema e não gerava a 2ª via da conta – uma demanda que estava entre os assuntos mais solicitados em todos canais. A partir deste registro e da opinião direta do consumidor, o item foi tratado como prioridade na empresa e o sistema parou de dar erro.

Destacando outro caso, em uma corretora de investimentos, a área de marketing foi convidada a criar diversos vídeos explicando produtos e plataformas que geravam muitas solicitações dentro do chatbot. Com essa série de vídeos, além de criar um diálogo mega interativo, a empresa ganhou uma série de conteúdo informativo que proporcionou assistência ao cliente em seu dia-a-dia.

Ainda no contexto de investimentos, por meio do chatbot esta operação percebeu que além dos conteúdos fixos, era preciso um calendário de conteúdo interligado aos produtos disponibilizados na bolsa, somando suas siglas e opções. Isto é, o chatbot indicou quais eram os assuntos que os clientes solicitavam e quais os períodos de sazonalidade eram pontos de alertas.

Para fechar a série de situações em que o ‘funcionário chatbot’ colaborou além do bate-papo, destaco um atendimento que mostrou o quão assertiva foi uma campanha realizada nos metrôs de São Paulo.  Intrigados com o anúncio, o pessoal abordou o bot informando sobre a promoção e demonstrando interesse de compra. Portanto, nosso amigo colaborou no gerenciamento das estratégias de marketing da empresa.

Com estes pontos, levanto um questionamento: ao falar em chatbot,  além de reter, atender e proporcionar uma experiência única para o seu cliente, você já tinha pensado em relação às opções de melhoria que ele oferece?  O que você está fazendo com o novo petróleo (também de dados)?

Gostou desse post? Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no mundo da inteligência artificial no atendimento ao consumidor!

 

Não perca as novidades da Hi Platform

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos da Hi