Soluções de atendimento digital para todos os tamanhos de empresas.

6 indicadores de venda que você precisa acompanhar

Confira os indicadores de vendas que poderão ser seus aliados na geração de melhores resultados!

6 indicadores de venda que você precisa acompanhar

 

Na área comercial, parte importante da rotina de trabalho de um gestor se dá com a análise e o acompanhamento dos indicadores de vendas. Afinal, a falta de planejamento significa a falta de controle, e um dos pilares que garantem uma atuação bem-sucedida a qualquer negócio — em qualquer ramo — é o gerenciamento.

Conhecer o desempenho do e-commerce é essencial para definir estratégias e manter o foco em ações que geram bons resultados. Assim, direcionando equipes empenhadas em buscar boas oportunidades de mercado, os indicadores de vendas funcionam como grandes aliados, demonstrando o efeito de cada medida aplicada e os impactos e reflexos nas operações da empresa.

Quer entender mais a fundo a importância dessas metodologias de mensuração e conhecer as que contribuem para melhores resultados? Então, continue a leitura deste post!

Por que acompanhar os indicadores de vendas?

Cada empresa tem um método próprio para medir o seu desempenho comercial e acompanhar os números de vendas, mas boa parte delas foca nos indicadores principais — em regra, relacionados com valores, margem de lucro e faturamento. Assim, acabam por não levar em consideração outros pontos importantes.

Esses, porém, ajudam a identificar tendências de comportamento do público consumidor e a melhorar a experiência do cliente, de acordo com os tipos de vendas realizados pela loja.

Ou seja, os indicadores de vendas nada mais fazem do que orientar o rumo de trabalho a ser tomado pela equipe comercial, trabalhando a sinergia e possibilitando o cumprimento de metas.

Quando bem estabelecidos e acompanhados, esses números podem indicar:

  • o desempenho da equipe comercial;
  • a previsão de resultados do setor de vendas;
  • os acertos e erros no cumprimento de objetivos;
  • a atuação individual de cada vendedor.

Quais são os mais importantes?

1. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O Custo de Aquisição de Clientes — também conhecido como CAC — é o primeiro da nossa lista e representa um indicador importante, utilizado na análise dos valores investidos para fidelizar um consumidor.

Para identificar e estudar seus resultados, precisamos preparar um levantamento dos esforços realizados para conquistar um cliente, e calcular, mês a mês, esses números, considerando as possíveis variações.

Esse indicador envolve, na maior parte das vezes, o trabalho em colaboração entre os setores de Marketing e vendas, deixando de lado as outras áreas que não atuam diretamente nesse propósito.

2. Ticket médio

Diferentemente do que muitos gestores acreditam, para medir o desempenho do setor comercial, não basta manter o foco no trabalho do vendedor. A realidade, na prática, é muito diferente. O ticket médio também faz parte do grupo de indicadores de vendas mais importantes.

Aqui, a intenção é medir o desenvolvimento e a evolução do negócio de forma ampla, com o objetivo de fazer melhorias. Por isso, é bom compreender as vendas sob três diferentes aspectos: consumidor, vendedor e venda.

A fórmula aplicada para o cálculo busca o resultado da divisão entre o total recebido pela empresa e o número de vendas feitas. Assim, ao fazer essa análise para cada comprador, o negócio verifica quantas vezes um cliente fecha um negócio e como é possível oferecer um suporte diferenciado para aumentar a sua satisfação.

Mas ainda podemos direcionar essa avaliação para a atuação do vendedor, identificando quais são os colaboradores que realmente produzem mais vendas reais.

3. Faturamento do período

O terceiro da nossa lista é um indicador que as empresas costumam acompanhar. Para o cálculo, podemos fazer uma comparação entre o resultado das vendas fechadas e o que foi definido no planejamento.

Para alcançar o faturamento antes fixado, o gestor do setor comercial deve manter a motivação da sua equipe de vendas e direcioná-la ao atingimento de metas.

4. Taxa de conversão de leads em clientes

Aqui, o próprio nome do indicador de vendas já diz muito sobre a sua função. Sabemos que o principal objetivo em um processo de venda é tornar o lead um cliente, e todo o trabalho dos departamentos envolvidos é direcionado a esse fim. Mas, quando não há mensuração, não há como garantir que os passos são tomados adequadamente e que não há desperdícios de oportunidades.

Sendo assim, é necessário avaliar a taxa de conversão de leads em clientes para conferir a eficiência dos métodos usados na captação e na prospecção do público.

5. Quantidade de vendas por segmento de clientes

Esse indicador possibilita a análise das vendas por segmento, permitindo a identificação daquele que, provavelmente, adotará a sua solução.

Assim, a partir do momento em que você consegue visualizar as parcelas de público que compõem o grupo de interesse nos produtos e serviços da sua empresa, pode direcionar suas ações de Marketing de forma eficaz. Em resumo, aqui, você enxerga, de forma precisa, quem faz parte do seu público-alvo.

6. Taxa de abertura e resposta de e-mails

Esse indicador, na verdade, pode ser dividido e analisado de forma detalhada. Você vai considerar o quanto os assuntos das mensagens de prospecção são efetivos e tentar perceber se o discurso adotado pela empresa é eficaz. Veja mais a seguir:

Taxa de abertura de e-mails

Esse indicador representa o número de pessoas alcançadas pelos e-mails enviados que, de fato, abriram a mensagem, dividido pelo número de pessoas que a receberam. Vale lembrar que esses valores podem variar de acordo com o segmento de atuação.

Taxa de resposta de e-mails

A taxa de resposta de e-mails representa um indicador que está ligado à eficácia do conteúdo do corpo da mensagem. Ou seja, ao analisá-lo, podemos conferir se o discurso utilizado é adequado — ou não — aos destinatários.

Essa eficácia está relacionada a dois fatores: geração de valor e alinhamento entre o assunto e o conteúdo da mensagem. O primeiro engloba as vantagens que o seu produto/serviço pode entregar ao consumidor, enquanto o segundo tem mais a ver com o “cumprimento da promessa” do assunto do e-mail.

Esses foram alguns dos indicadores de vendas que podem ser utilizados para medir o desempenho do setor comercial da empresa, mas é preciso lembrar que cada cenário tem suas características, logo, é necessário, antes de mais nada, conferir quais medidas entregam melhores resultados para o seu mercado.

Gostou do nosso post? Se o nosso conteúdo foi útil e você quer se aprofundar mais no tema, confira nossa publicação sobre o conceito de KPIs e a finalidade dos indicadores de Marketing! Vamos lá!

Não perca as novidades da Hi Platform

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos da Hi